segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

Retrospecto do mês: Uma análise dos acontecimentos do mês de Dezembro e seus antecedentes.




O mês de Dezembro tem uma particularidade notória. Quando termina este mês termina junto com ele o ano inteiro. Ao observarmos os fatos que marcaram o mês de Dezembro, também é impossível fazer menção aos fatos que ocorreram ao longo do ano que está para findar. Mas, deixemos os fatos do ano para amanhã e nos fixemos somente nos fatos deste mês.


Graças damos ao Deus da vida e da existência que nos possibilitou terminar este mês em saúde e graça. Peçamos encarecidamente pelas almas dos fiéis que não puderam terminar entre nós mais um mês. Peçamos a graça da ressurreição aos que se encontram mortos para a fé.


O mês de Dezembro é o mês do Santo Natal e do Advento. Todo ano observamos estarrecidos as corridas de compras para o Natal. O comércio comemora os lucros e a festa cada vez mais fica desfigurada e sem seu verdadeiro significado. Algo de bom acontece, pois milhares de pessoas antes desempregadas conseguem uma oportunidade, nem que seja temporária. A economia reaquece e alimenta as expectativas dos que almeja uma vaga no tão sofrido mercado de trabalho. Não deveria ser condenado o fato de as pessoas fazerem suas maratonas de compras para o natal, desde que o fizessem com cautela e não esquecesse o verdadeiro sentido do Natal.


A "maratona de Natal" não seria matéria de condenação se as pessoas realmente entendesse que o advento é um tempo de reflexão e não de abusos. É um tempo de austeridade e de penitência e não de bebedeiras e festas. O advento traz-nos uma reflexão importante: O mesmo Cristo que nasceu em Belém irá voltar em glória para julgar vivos e mortos.


É verdade que certas figuras natalinas acabam em sua natureza a ocultar o verdadeiro motivo de tal comemoração. As pessoas geralmente querem ver a "Árvore de Natal", ou o "Bom velhinho" e se esquecem de que esta festa tem caráter religioso e sagrado e que tais elementos são apenas peças de adorno para enriquecer a festa. Cristo nasceu há mais de 2 mil anos em Belém para nos transmitir a vida e para nos dar o amor de Deus. Cristo que é Deus desceu dos céus, do qual também como Deus jamais se ausentou, para nos dar uma vida nova, longe dos conceitos mundanos e do pecado. Cristo é a luz que ilumina os povos e que nos traz a paz.


Mas afinal quais foram os destaques do mês de Dezembro de 2007? O fim da CPMF? O assassinato da líder política no Paquistão? O calor de 40º no Rio? Na atualidade em que estes fatos já são comentados pela mídia de forma até exaustiva, não seria interessante gastar uma página sobre estes e tantos outros.


Preferimos deixar a cargo do leitor, que durante este ano entrou em nosso link e fez seus comentários, escritos ou apenas verbais. Vendo que a grande parcela ruma em direção a um pensamento laicista e contrários as virtudes evangélicas, esperamos que o referido leitor tenha mudado algum ponto de vista ou pelo menos tenha lhe causado um minuto de reflexão. Pensemos que a cada minuto que passa mais próximo da cova estamos e o que fazemos com cada minuto dado por Deus terá sua recompensa.


Encerramos nossas postagens do ano civil de 2007 com um pedido aos nossos leitores; que reflitam suas vidas, seus gostos e prioridades, pois cada dia não é mais um dia, e sim um único dia que não voltará a acontecer. Que Deus nos ilumine neste novo ano que se inicia e que nos cubra de bênçãos, para tomarmos as atitudes mais corretas e coerentes no nosso presente, para que assim possamos ter um futuro abençoado e repleto de frutos de fé, esperança e caridade...


...Feliz Ano Novo!!!

2 comentários:

disse...

Caro amigo Pedro!
Passo para lhe desejar um 2008 repleto de Amor e Paz. Que Deus, Pai e soberano de nossas vidas te ilumine ao longo desse ano que se inicia.
E também para agradecer todos os seus textos que me foram de grande valia e crescimento na minha fé!
Obrigada mais uma vez!!!!
Beijos em seu coração!

Pedro da Encarnação disse...

Tenha um feliz 2008! Com as bençãos de Deus e a proteção maternal da Santíssima Virgem!