segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

Liturgia: Atos de culto na Igreja



Hoje iremos estudar os atos de culto dentro da Igreja. Iremos ver como são e o que representam. Uma informação muito valiosa para os que não conhecem o significado e a importância de cada celebração e de seus gestos.


Os principais atos de culto público são: 1º a Missa; 2º Ofício Divino; 3º as Bênçãos do Santíssimo; 4º As procissões.



Destes todos é o Santo Sacrifício da Missa o mais importante por excelência. Excede os demais com sublimidade incomparável. É o centro e o foco da vida católica. Não há dúvidas. Nesta lição, trata-se exclusividade das preces e cerimônias da Missa. A lição seguinte é que estudará os outros atos do culto.



No aspecto geral da Missa consta de dois elementos: 1º as fórmulas de orações; a cerimônia.



Fórmula de orações: Há duas categorias a) Algumas são imutáveis. Entram em qualquer missa. Vem a ser: as Orações preparatórias, o Kyrie Eleison, o Glória, o Credo, as Preces do ofertório, o Canon, a Preparação para a Comunhão e as últimas Orações da Missa. - b) As outras variam. São próprias de cada festividade. Vem a ser: o Intróito, as Coletas, a Epístola, o Evangelho, o Prefácio, as Secretas e a Pós-comunhão. Estas preces constituem o Próprio da Missa: Próprio dos tempos, Próprio dos Santos, Missas comuns para os Santos que não tem missa especial, etc. A fim de tornar perfeitamente claro para todos os sentidos das orações e cerimônias da missa dar-se-á o texto do ordinário em latim e a tradução do mesmo em vernáculo.



2º Cerimônias - Cabe aqui uma separação em três grupos de cerimônias: - a) atitudes litúrgicas; - b) gestos litúrgicos; - c) cerimônia simbólica. O fim das atitudes e dos gestos é exteriorizar os pensamentos do sacerdote, os afetos que lhe vão na alma. É sabido que, para comover e impressionar mais o auditório, o bom orador harmoniza os gestos com o discurso. Não admira, portanto, que a liturgia realce a suas preces com atitudes e gestos adequados a salientar a significação das fórmulas.



Com as cerimônias simbólicas, dá-se o contrário: tem alcance moral e místico; aludem aos mistérios da fé e da vida cristã.



2 comentários:

disse...

Olá Pedro!
Gosto muito de ler seus comentários e postagens.È de grande valia para mim vc já várias dúvidas minhas.
Muito obrigada!

Pedro da Encarnação disse...

Fico muito feliz que nosso trabalho está sendo de grande utilidade. Tenha um feliz e Santo Natal e peço vossas orações!!!
Bom Natal!!